Skip to content

Instantly share code, notes, and snippets.

👨‍💻
.-. -.- ...

Kelvin Stinghen kelvinst

👨‍💻
.-. -.- ...
Block or report user

Report or block kelvinst

Hide content and notifications from this user.

Learn more about blocking users

Contact Support about this user’s behavior.

Learn more about reporting abuse

Report abuse
View GitHub Profile
@kelvinst
kelvinst / resume.md
Last active Dec 6, 2017
Kelvin Stinghen Resume - 2018
View resume.md

Kelvin Stinghen

About me

Developer for 9 years (since 16 years old), I'm an enthusiast on Elixir, Ruby, and everything that surrounds it.

I believe that as important as the destination, is the path to it. And if you can't be proud of what you've done to get where you are, you can't be proud of nothing.

I love startups, but I don't believe in unicorns. I mean, I know that three commas can consist the value of a company, but if you can't be happy without money, you're doing it wrong.

@kelvinst
kelvinst / override_kernel.exs
Last active Oct 26, 2017
How to override Kernel functionality on Elixir
View override_kernel.exs
defmodule MyKernel do
def a + b, do: a * b
end
defmodule UsingIt do
import Kernel, except: [+: 2]
import MyKernel
def foo, do: IO.puts("Result is #{1 + 2}")
end
@kelvinst
kelvinst / api_doc.md
Last active Apr 4, 2017
API do powercash
View api_doc.md

API do powercash

A url básica para acesso a API é api.power.cash/, todas os requests para a api devem começar com este domínio e subdomínio.

Organização para testes

A organização teste existe com o intuito de facilitar os testes na API. Os dados de acesso para ela são:

View faq.md

Postgres

PG::ConnectionBad

Error message:

PG::ConnectionBad: no such file or directory
Is the server running locally and accepting
connections on Unix domain socket "/tmp/.s.PGSQL.5432"?

@kelvinst
kelvinst / ruby-cli-deps.md
Created Dec 11, 2014
Controlando suas dependências de command line tools no ruby
View ruby-cli-deps.md

Controlando suas dependências de command line tools no ruby

Nesse post gostaria de compartilhar sobre um projeto bem interessante.

Quando vi essa gem, achei bem interessante... Se todo mundo usasse teríamos mensagens mais claras que qual lib que está faltando para rodar a gem...

Exemplo? O poltergeist (que é a gem para executar ) obviamente depende do phantom.js. Mas quando você instala ele e não tem phantom instalado, ocorre uma mensagem bem pouco diagnosticável. Com essa gem os nossos problemas acabaram!

O projeto é este: https://github.com/yaauie/cliver.

@kelvinst
kelvinst / git-sweep.md
Last active Dec 5, 2019
Limpando os branches que você já fez merge
View git-sweep.md

Limpando os branches que você já fez merge

Olá!

Bem, muitas vezes no dia-a-dia com o git, você abre um branch para a feature, termina, faz merge na master e pronto! Está entregue. O problema é que com isso, seu git fica cheio de branches que são, digamos: INÚTEIS. E claro que com o tempo esses branches se reproduzem como coelhos.

Como fazer para apagar todos esses branches? Você deve ter percebido que apenas um git branch -D meu-branch só apaga o branch no seu computador, e em nenhum remote.

Fácil, é só fazer o código git push origin :meu-branch, que além de ser nem um pouco claro (WTF?), te obriga a fazer isso um a um. Se forem muitos branches, babau!

@kelvinst
kelvinst / i18n-debug.md
Last active Aug 29, 2015
Descobrindo as keys de i18n no rails
View i18n-debug.md

Descobrindo as keys de i18n no rails

Você já deve ter se pego tentando adivinhar qual key dos arquivos de tradução o rails está buscando né? Chutando as keys uma a uma pra ver se acerta? Não? Bom eu sim 😁, até que eu cansei e procurei algo pra resolver esse problema.

E adivinha só: já existe uma gem pra isso! 🎉 A gem i18n-debug resolve esse problema de uma forma bem fácil. Basta adicionar ela no Gemfile do seu projeto e ele vai começar a colocar as seguintes linhas no log do rails:

[i18n-debug] en.helpers.label.user.username => nil
[i18n-debug] en.helpers.label.user.username => nil
[i18n-debug] en.activerecord.attributes.user.username => "Username"
@kelvinst
kelvinst / enumerable-inject.md
Last active Aug 29, 2015
Ruby magics: `Enumerable#inject`
View enumerable-inject.md

Ruby magics: Enumerable#inject

Como muitos já sabem, sou apaixonado pro ruby e já compartilhei vários motivos do por quê. Mas dentre os motivos que dei, não entrei muito em detalhes de códigos no ruby que me deixam sem ar de tão legais e fáceis de implementar. E um exemplo desse tipo de código é o método #inject que vou explicar pra vocês agora. Espero que se empolguem e que usem ele sabiamente.

O que ele faz?

Bom, pra quem caiu de paraquedas aqui: o module Enumerable é o modules que representa uma collection no ruby. Se você tem uma classe que é uma collection, apenas inclua esse module e implemente o método #each e você terá vários métodos úteis na sua collection.

E um desses métodos é o #inject, ou #reduce que é apenas um alias para #inject. Agora vamos aos detalhes desse método tão maravilhoso.

@kelvinst
kelvinst / local-gitignore.md
Last active Dec 23, 2019
Como fazer um .gitignore local?
View local-gitignore.md

Como fazer um .gitignore local?

Bom, este é um recurso, como muitos outros, bem escondido do git. Então resolvi fazer um post para explicar a situação em que pode-se usar e como fazer essa magia negra. 👻

O problema

Você provavelmente já adicionou algum dia um arquivo no projeto que não deveria ser commitado certo? E como você fez para ignorar esse arquivo mesmo? Provavelmente adicionou no arquivo .gitignore.

OK então, aí você commitou esse arquivo .gitignore e pronto, mais ninguém poderá criar um arquivo com o mesmo nome e commitar. Mas espera aí! Não era isso que você queria! Você só queria ignorar esse arquivo na sua máquina, se alguém, algum dia por obséquio achar esse um nome bom para seu arquivo, que assim seja.

@kelvinst
kelvinst / create-ruby-gem.md
Last active Jul 12, 2019
Como criar uma gem ruby?
View create-ruby-gem.md

Como criar uma gem ruby?

Escolhi tratar sobre esse assunto hoje simplesmente porque foi uma das primeiras coisas que me perguntei "como eu faço isso?" no mundo ruby. Acredito que muita gente se pergunte a mesma coisa e espero que eu possa ajudar em algo para elas. 😀

O que é uma gem?

Bem, se você é um programador java, você chama sua gem de jar, se você é um programador C#, você chama de dll. Resumindo, é uma lib, uma biblioteca contendo códigos que você pode reaproveitar importando em outros projetos.

E usar gems no ruby é muito fácil, se você já deu uma brincada com rails por exemplo, é só você adicionar o código gem 'nome_da_gem' no arquivo Gemfile que está no root, depois executar o comando bundle install para baixar sua gem do repositório e pronto, só sair usando a biblioteca!

You can’t perform that action at this time.