Skip to content

Instantly share code, notes, and snippets.

Embed
What would you like to do?
Versionamento Semântico

Versionamento

Com a finalidade de ter uma maior visibilidade das entregas realizadas, facilidade na comunicação entre times e planejamento do produto a longo prazo iremos adotar Versionamento Semântico.

Nós iremos seguir a especificação Semântica de Versionamento do Tom Preston-Werner criador do Gravatars e co-fundador do GitHub.

Introdução

Dado um número de versão MAJOR.MINOR.PATCH, incremente a:

  • versão MAJOR: quando fizer mudanças incompatíveis na API;
  • versão MINOR: quando adicionar funcionalidades mantendo compatibilidade da API;
  • versão de PATCH: quando corrigir falhas mantendo compatibilidade da API;

Rótulos adicionais para pré-lançamento (pre-release) e metadados de construção (build) estão disponíveis como extensão ao formato MAJOR.MINOR.PATCH.

Especificação de Versionamento Semântico (SemVer)

  1. Software usando Versionamento Semântico DEVE declarar uma API pública. Esta API poderá ser declarada no próprio código ou existir estritamente na documentação, desde que seja precisa e compreensiva.

  2. Um número de versão normal DEVE ter o formato de X.Y.Z, onde X, Y, e Z são inteiros não negativos, e NÃO DEVE conter zeros à esquerda. X é a versão Maior, Y é a versão Menor, e Z é a versão de Correção. Cada elemento DEVE aumentar numericamente. Por exemplo: 1.9.0 -> 1.10.0 -> 1.11.0.

  3. Uma vez que um pacote versionado foi lançado(released), o conteúdo desta versão NÃO DEVE ser modificado. Qualquer modificação DEVE ser lançado como uma nova versão.

  4. No início do desenvolvimento, a versão Maior DEVE ser zero (0.y.z). Qualquer coisa pode mudar a qualquer momento. A API pública não deve ser considerada estável.

  5. Versão 1.0.0 define a API como pública. A maneira como o número de versão é incrementado após este lançamento é dependente da API pública e como ela muda.

  6. Versão de Correção Z (x.y.Z | x > 0) DEVE ser incrementado apenas se mantiver compatibilidade e introduzir correção de bugs. Uma correção de bug é definida como uma mudança interna que corrige um comportamento incorreto.

  7. Versão Menor Y (x.Y.z | x > 0) DEVE ser incrementada se uma funcionalidade nova e compatível for introduzida na API pública. DEVE ser incrementada se qualquer funcionalidade da API pública for definida como descontinuada. PODE ser incrementada se uma nova funcionalidade ou melhoria substancial for introduzida dentro do código privado. PODE incluir mudanças a nível de correção. A versão de Correção deve ser redefinida para 0(zero) quando a versão Menor for incrementada.

  8. Versão Maior X (X.y.z | X > 0) DEVE ser incrementada se forem introduzidas mudanças incompatíveis na API pública. PODE incluir alterações a nível de versão Menor e de versão de Correção. Versão de Correção e Versão Menor devem ser redefinidas para 0(zero) quando a versão Maior for incrementada.

  9. Uma versão de Pré-Lançamento (pre-release) PODE ser identificada adicionando um hífen (dash) e uma série de identificadores separados por ponto (dot) imediatamente após a versão de Correção. Identificador DEVE incluir apenas caracteres alfanuméricos e hífen [0-9A-Za-z-]. Identificador NÃO DEVE ser vazio. Indicador numérico NÃO DEVE incluir zeros à esquerda. Versão de Pré-Lançamento tem precedência inferior à versão normal a que está associada. Uma versão de Pré-Lançamento (pre-release) indica que a versão é instável e pode não satisfazer os requisitos de compatibilidade pretendidos, como indicado por sua versão normal associada. Exemplos: 1.0.0-alpha, 1.0.0-alpha.1, 1.0.0-0.3.7, 1.0.0-x.7.z.92.

  10. Metadados de construção(Build) PODE ser identificada por adicionar um sinal de adição (+) e uma série de identificadores separados por ponto imediatamente após a Correção ou Pré-Lançamento. Identificador DEVE ser composto apenas por caracteres alfanuméricos e hífen [0-9A-Za-z-]. Identificador NÃO DEVE ser vazio. Metadados de construção PODEM ser ignorados quando se determina a versão de precedência. Assim, duas versões que diferem apenas nos metadados de construção, têm a mesma precedência. Exemplos: 1.0.0-alpha+001, 1.0.0+20130313144700, 1.0.0-beta+exp.sha.5114f85.

  11. A precedência refere como as versões são comparadas com cada outra quando solicitado. A precedência DEVE ser calculada separando identificadores de versão em Maior, Menor, Correção e Pré-lançamento, nesta ordem (Metadados de construção não figuram na precedência). A precedência é determinada pela primeira diferença quando se compara cada identificador da esquerda para direita, como se segue: Versões Maior, Menor e Correção são sempre comparadas numericamente. Example: 1.0.0 < 2.0.0 < 2.1.0 < 2.1.1. Quando Maior, Menor e Correção são iguais, a versão de Pré-Lançamento tem precedência menor que a versão normal. Example: 1.0.0-alpha < 1.0.0. A precedência entre duas versões de Pré-lançamento com mesma versão Maior, Menor e Correção DEVE ser determinada comparando cada identificador separado por ponto da esquerda para direita até que seja encontrada diferença da seguinte forma: identificadores consistindo apenas dígitos são comparados numericamente e identificadores com letras ou hífen são comparados lexicalmente na ordem de classificação ASCII. Identificadores numéricos sempre têm menor precedência do que os não numéricos. Um conjunto maior de campos de pré-lançamento tem uma precedência maior do que um conjunto menor, se todos os identificadores anteriores são iguais. Example: 1.0.0-alpha < 1.0.0-alpha.1 < 1.0.0-alpha.beta < 1.0.0-beta < 1.0.0-beta.2 < 1.0.0-beta.11 < 1.0.0-rc.1 < 1.0.0.

Fluxo para disponibilizar releases em produção

  1. Fazer merge da branch (feature, fix, ...) com a master;
  2. Criar a release no github a partir da master seguindo a especificação de versionamento;
  3. Fazer o deploy da release gerada em produção;
Sign up for free to join this conversation on GitHub. Already have an account? Sign in to comment
You can’t perform that action at this time.